• TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL - TECNOLÓGICO
  • CALENDÁRIO
NOME DO CURSO TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL NÍVEL GRADUAÇÃO GRAU TECNOLÓGICO INICIO DO CURSO 03/2009 CONCEITO DO CURSO ENADE:CURSO AINDA NÃO AVALIADO CEE/AM:CURSO AINDA NÃO AVALIADO PERIODICIDADE SEMESTRAL INTEGRALIZAÇÃO 6 PERÍODOS
SELECIONE O MUNICÍPIO
UNIDADE UNIDADE DE BARCELOS
TURNO VESPERTINO MODALIDADE MODULAR NÚMERO DE CRÉDITOS 131 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 2405 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
  • Periódicos da CAPES
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

APRESENTAÇÃO

SOBRE O CURSO O curso em Tecnologia em Saneamento Ambiental, encontra-se organizado em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, com enfoque em questões ambientais.
ÁREAS DE ATUAÇÃO O Tecnólogo em Saneamento Ambiental estará apto atuar na administração pública municipal, estadual e federal e nas organizações não governamentais, setor privado, em serviços de assessoria e de consultorias na área de controle de poluição ambiental exercendo atividades inerentes ao seu perfil profissional, que atendam aos preceitos do desenvolvimento sustentável, propondo e gerenciando soluções tecnológicas mitigadoras e de avaliação e controle dos recursos ambientais, no controle de poluição do ar, sistemas de tratamento de efluentes líquidos industriais, sistemas de gerenciamento de resíduos sólidos e outras atividades ligadas ao controle ambiental.
PERFIL DO PROFISSIONAL Tecnólogo em Saneamento Ambiental, com sólidos conhecimentos científicos e tecnológicos para atuar no planejamento, na gestão e na operação de sistemas associados à melhoria da qualidade de vida dos seres humanos e do Meio Ambiente, apresentando competências e habilidades para:

a) Gerenciar construção urbana ou rural, de sistemas públicos ou industriais de saneamento básico voltado para o abastecimento e tratamento de águas;

b) Desenvolver ou Colaborar no desenvolvimento de sistema de drenagem de águas pluviais; instalações prediais de água, esgoto, águas pluviais, lixo industrial e doméstico e proteção contra incêndio;

c) Implantar tratamento de efluentes e de resíduos domésticos e industriais com o respectivo sistema de drenagem;

d) Trabalhar em equipes multidisciplinares no acompanhamento e controle de laboratórios de monitoramento da qualidade de água e esgoto;

e) Gerenciar equipes de licenciamento, auditoria e perícia ambiental e desenvolvimento de pesquisa aplicada na área de saneamento ambiental.

f) Trabalhar em equipes multidisciplinares no desenvolvimento de programas e projetos governamentais de saneamento básico;

g) Gerenciar redes de monitoramento ambiental, planejamento e implementação de campanhas de educação sanitária e de proteção e preservação dos seres vivos e dos recursos ambientais, do controle e avaliação de risco, programas de educação ambiental;

h) Desenvolver projeção e acompanhamento de redes de esgoto e de drenagem (para evitar enchentes);

i) Interpretar e aplicar normas técnicas e legislação ambiental;

j) Avaliar os impactos gerados por atividades potencialmente poluidoras;

k) Trabalhar com profissionais de engenharia sanitária e ambiental na fiscalização da qualidade da água e do tratamento do esgoto, assim como no gerenciamento do depósito do lixo em aterros sanitários e usinas de compostagem.

SITUAÇÃO LEGAL ATO DE CRIAÇÃO: Resolução nº 012/2008-CONSUNIV, de 30/04/2008, publicado no DOE datado de 02/06/2008.

ATO DE RECONHECIMENTO: O PCC encontra-se tramitando no CONSUNIV para aprovação.

COORDENAÇÃO
NOME E-MAIL CARGO FONE FAX
ENEIDA REGINA NASCIMENTO OLIVEIRA EROLIVEIRA@UEA.EDU.BR COORDENADORA (092) 3632-0458