• ENGENHARIA DE MATERIAIS - BACHARELADO
  • CALENDÁRIO
NOME DO CURSO ENGENHARIA DE MATERIAIS NÍVEL GRADUAÇÃO GRAU BACHARELADO INICIO DO CURSO 03/2004 CONCEITO DO CURSO ENADE: CEE/AM: PERIODICIDADE SEMESTRAL INTEGRALIZAÇÃO 8 PERÍODOS
SELECIONE O MUNICÍPIO
UNIDADE ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA
TURNO NOTURNO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 259 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 4350 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
  • Periódicos da CAPES
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

APRESENTAÇÃO

SOBRE O CURSO Objetivo Geral

Formar Engenheiros de Materiais com uma visão abrangente dos aspectos envolvidos na concepção, desenvolvimento e processamento dos mais diversos materiais, com sólida formação científica e profissional, para absorver e desenvolver novas tecnologias. Atuando de forma crítica e criativa na identificação e resolução de problemas de engenharia, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais; sintonizado com as inovações tecnológicas e exigências do mercado de trabalho.

Objetivos Específicos

Estabelecer ações pedagógicas com base no desenvolvimento de condutas e atitudes com responsabilidade técnica e social, objetivando o aluno:

• Desenvolver a capacidade de formular problemas da indústria/pesquisar e trabalhar em suas soluções, com discussões de problemas vivenciados pelos próprios alunos em suas atividades profissionais e de estudo de caso;

• Desenvolver um pensamento crítico, independente, ético e humanista nas relações profissionais e pessoais, e estimular nele a liderança, as relações interpessoais e o empreendimento de seu próprio negócio;

• Sensibilizar-se para a importância da educação continuada e da pesquisa, através do estímulo às atividades de iniciação científica, à produção de conhecimentos sobre a realidade local e regional;

• Capacitar-se para o planejamento e gestão de serviços, políticas, assessoria e consultoria em projetos de diversas ordens e para o desenvolvimento de atividades de assistência, ensino e pesquisa, com estímulo para execução de projetos nas áreas pertinentes;

• Capacitar-se para o trabalho em equipe, através da realização e apresentação de seminários em grupos; e

• Conscientizar-se sobre o seu papel na proposição de alternativas que contemplem um desenvolvimento sustentável preocupado com a questão ambiental.

ÁREAS DE ATUAÇÃO O profissional pode atuar em empresas de quase todos os setores da indústria, tais como: indústrias metalúrgicas, mecânicas, de equipamentos, automotivas, aeronáuticas, de cerâmicas, de plásticos e de produção de bens duráveis. Também pode atuar em órgãos governamentais, escritórios de consultoria, Universidades e institutos de pesquisas, laboratórios públicos ou privados, atuando como professor e/ou pesquisador, ou ainda empreender seu próprio negócio.

O Ministério do Trabalho, por intermédio do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia - CONFEA, por meio da Resolução nº 241/76 em 31/07/1976, disponível em: http://normativos.confea.org.br/ementas/visualiza.asp?idEmenta=289&idTipoEmenta=5&Numero=, estabelecendo as atribuições do Engenheiro de Materiais, como segue:

"Compete a esse profissional supervisão, estudo, projecto, especificação, assistência, consultoria, perícia e pareceres técnicos; ensino, pesquisa, ensaio, padronização, controle de qualidade; montagem, operação e reparo de equipamentos e outras actividades referentes aos procedimentos tecnológicos na fabricação de materiais para a indústria e suas transformações industriais; e equipamentos destinados a essa produção industrial especializada, seus serviços afins e correlatos".

PERFIL DO PROFISSIONAL A definição do perfil do profissional a ser formado pelo Curso de Engenharia de Materiais da UEA baseou-se nas Diretrizes Curriculares, regulamentada pela Resolução nº CNE/CES 11, de 11/03/2002, disponível em: a qual estabelece no Art. 3º que: ”o Curso de Graduação em Engenharia tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva; capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade”.

Dessa forma, o perfil de engenheiro de materiais deve estar inserido num projeto de ensino que leve em consideração as demandas tecnológicas atuais e futuras. Sua formação profissional deverá capacitá-lo tanto para exercer, na forma imediata, suas funções, quanto para absorver e desenvolver novas tecnologias ao longo de sua vida profissionalmente produtiva. Sendo assim, a formação de engenheiro deve ser mais geral do que especializada.

O Curso de Engenharia de Materiais visa formar profissionais de nível superior capazes de:

a) aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;

b) dar consultorias, fazer especificações e perícias;

c) emitir pareceres técnicos;

d) realizar pesquisas, ensaios técnicos e de controle de qualidade, montagem e reparo de equipamentos e outras atividades referentes aos procedimentos tecnológicos na obtenção de materiais para a indústria e suas transformações industriais e equipamentos destinados a essa produção industrial especializada, seus serviços afins e correlatos.

Em síntese, um profissional crítico e criativo, tecnicamente competente e cônscio da realidade em que atua. Finalmente, requer-se um profissional de materiais, moderno e capaz de trabalhar num ambiente novo em que a comunicação e o trabalho em equipe desempenham papel fundamental.

A crescente complexidade dos desafios postos ao profissional, seja no domínio da pesquisa, seja no campo da produção, não mais comporta a figura do profissional – pesquisador ou engenheiro – isolado. Ao contrário, apenas a atividade coletiva, o trabalho em conjunto, envolvendo profissionais com formações diferenciadas, pode dar conta dos desafios científicos e tecnológicos do mundo moderno.

Nesse sentido, esforços devem ser empreendidos objetivando o desenvolvimento, no profissional, da capacidade de liderança para a atuação em equipes multidisciplinares.

Para tanto, a Universidade do Estado do Amazonas, ao formar o Engenheiro de Materiais tem como meta, o desenvolvimento do aluno assegurando-lhe além de conhecimentos teórico-práticos fundamentais à formação, o domínio de ferramentas necessárias ao exercício profissional, que o leve a ter competências e habilidades para o exercício do cargo com atribuições como a de planejar, implementar atividades, administrar, gerenciar, desenvolver trabalho em equipe, inclusive de forma interdisciplinar, mantendo um espírito cooperativo, promover mudanças tecnológicas e aprimorar condições de segurança, qualidade, saúde e meio ambiente, cujo perfil será adquirido com o exercício e desenvolvimento das seguintes competências para:

a. Planejar, executar, supervisionar sistemas na área de materiais;

b. Realizar integração de sistemas de processamento industriais a afins;

c. Aplicar ferramentas da qualidade na gestão de sistemas;

d. Aplicar ferramentas de gestão tecnológica no gerenciamento de processos industrial;

e. Participar de forma responsável, ativa, crítica, criativa e inovadora;

f. Conduzir trabalho técnico e equipes de trabalho;

g. Elaborara documentação relativa a equipamentos, tecnologias, e sistemas;

h. Pesquisar novas tecnologias correlacionadas aos materiais de engenharia;

i. Vistoriar, periciar, avaliar

SITUAÇÃO LEGAL ATO DE CRIAÇÃO: Resolução nº 35/2014-CONSUNIV de 02/07/2014, publicado no DOE de 02/07/2014.

ATO DE RECONHECIMENTO: Aguardando

COORDENAÇÃO
NOME E-MAIL CARGO FONE FAX
EMANUEL REZENDE RODRIGUES ERRODRIGUES@UEA.EDU.BR COORDENADOR