• MÚSICA - REGÊNCIA - BACHARELADO
  • CALENDÁRIO
NOME DO CURSO MÚSICA - REGÊNCIA NÍVEL GRADUAÇÃO GRAU BACHARELADO INICIO DO CURSO 08/2001 CONCEITO DO CURSO ENADE:3 CEE/AM:3 PERIODICIDADE SEMESTRAL INTEGRALIZAÇÃO 8 PERÍODOS
SELECIONE O MUNICÍPIO
UNIDADE ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E TURISMO
TURNO VESPERTINO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 166 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 3090 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
TURNO NOTURNO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 165 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 3090 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
  • Periódicos da CAPES
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

APRESENTAÇÃO

SOBRE O CURSO O Curso de Bacharelado em Música visa formar músicos profissionais com uma sólida formação artística, humanística e científica nas habilitações de Práticas Interpretativas (que incluem formação em Instrumento ou Canto e Regência), potencializando suas capacidades musicais, críticas e criativas para que possam desenvolver as condições necessárias à releitura de obras musicais compostas ou para gênese de obras musicais originais. O curso oferece a possibilidade de aprimoramento técnico e de aprofundamento teórico nas diversas habilitações, conferindo aos formandos o título de Bacharel em Música.
ÁREAS DE ATUAÇÃO O Bacharel em Música poderá atuar como musicista, de forma autônoma ou engajar-se em qualquer entidade ou instituição que realize atividades musicais, em grupos orquestrais e camerísticos; Departamentos, Secretarias e Fundações Culturais; igrejas; associações comunitárias; emissoras de mídia; Faculdades e Universidades; e demais espaços formais ou informais da atividade musical.
PERFIL DO PROFISSIONAL Na modalidade Bacharelado o Músico deve estar apto para:

a) Atuar significativamente na sociedade de acordo com suas manifestações culturais, demonstrando proficiência que revelem sua formação estética e técnica;

b) Dominar os conhecimentos relativos à manipulação composicional de meios acústicos (instrumentais ou vocais), de meios eletroacústicos e de meios experimentais - estes abrangendo aquelas manifestações composicionais interdisciplinares, como as interações música/dança, música/teatro, música/cinema, música/vídeo, música/multimeios;

c) Situar a música dentro de uma história das idéias, com o cuidado de ampliar o que tradicionalmente se chamaria de "história da música" para enfatizar a inserção da música na história das idéias no Brasil e o percurso da música popular no Brasil;

d) Entender como a música é pensada, ampliando o que tradicionalmente se chamaria de "análise musical";

e) Estar apto à discussão e à pesquisa das maneiras como a música é construída através de seus vários materiais;

f) Proceder e encaminhar estudos relacionados ã análise aplicada a estilos, repertórios e interpretação musical;

g) Atuar considerando fatores contextuais, relacionando as atividades de apreciação, execução, e composição, vocal e/ou instrumental, sem descuidar da integração de novas tecnologias;

h) Desenvolver técnicas específicas para integrar pessoa com necessidades especiais.

SITUAÇÃO LEGAL ATO DE CRIAÇÃO: Decreto 21.963, de 27/06/2001.

ATO DE RECONHECIMENTO: Resolução nº 57/2010-CEE/AM, datada de 10/05/2010.

COORDENAÇÃO
NOME E-MAIL CARGO FONE FAX
VADZIM IVANOU VIVANOU@UEA.EDU.BR COORDENADOR (092) 3878-4421 (092) 3878-4407